Entrada > Notícias > Um de Nós | Pedro Leitão

Um de Nós | Pedro Leitão

ESMAE

Docente de Direção de Cena e Produção da ESMAE, escola de Artes do Politécnico do Porto, Pedro Leitão começou a sua ligação à escola como estudante


QUANDO COMEÇOU A TUA LIGAÇÃO À ESCOLA?

Em 2000 como estudante e em 2005 como docente.

COMO RECORDAS OS PRIMEIROS TEMPOS?

Estudar na ESMAE foi o concretizar de uma vontade enorme de fazer Teatro. Na escola tive a possibilidade de partilhar isso com uma data de colegas, formávamos projectos, mostrávamos a nossa voz, queríamos estar presentes naquele momento. Estávamos numa fase de fervilhar de espetáculos na cidade do Porto com a Capital Europeia da Cultura. Era uma cidade deserta que de repente se preencheu de artistas… A ESMAE era um local onde podíamos trabalhar com alguns desses artistas. Destes anos de partilha e criação de espetáculos, formaram-se algumas das companhias que habitaram a Fábrica da Alegria e que ocuparam o vazio do pós-capital Europeia da Cultura e o completo desinteresse cultural da CMP.  Entretanto, comecei o meu percurso como docente na ESMAE e a partilha ainda foi maior! Foi fantástico crescer com o grupo de estudantes que tentei ajudar da melhor forma a concretizar os seus projetos.

 

O QUE TORNA O TEU TRABALHO ESPECIAL? 

Fazer aquilo que gosto, poder partilhar com os outros, aprender e pesquisar todos os dias. Estar atento ao mundo e às artes em geral. 

 

O QUE TORNA ESTA ESCOLA ÚNICA? 

Toda a comunidade escolar que habita o cruzamento entre a Escola Normal com a Rua da Alegria, os estudantes que vão habitando ano após ano a nossa escola e os alumni que fazem sair a ESMAE de portas. 

 

O QUE MAIS MUDOU NESTES ANOS? 

Todos os anos a ESMAE muda com a entrada de novos estudantes e com um arranque do ano letivo, é difícil analisar a ESMAE num todo. A ESMAE como a arte encontra-se todos os momentos em mutação artística.


CONTA UM EPISÓDIO MARCANTE

Uma escola com um Departamento de Teatro, que se desafia e faz várias produções por ano, é normal ser cheia de episódios marcantes… mas destaco o meu trabalho desenvolvido em todas as edições do Festival SET onde participei e onde aprendi bastante. É interessante a forma como Estudantes e Docentes se unem para receber todas as escolas de teatro do país e cada vez mais escolas internacionais. Sem dúvida que me deu muito gosto ajudar da melhor forma a que este evento que se encontra na 10ª edição se tornasse uma marca no panorama dos festivais de Teatro realizados em Portugal.  

 

UMA IDEIA PARA O FUTURO

A ESMAE tem tido bastantes dificuldades financeiras ao longo da última década. Gostaria que estes problemas financeiros fossem resolvidos e que a ESMAE pudesse potencializar todos os seus esforços para o ensino da Música, do Teatro e da Dança e que conseguíssemos manter ou até aumentar a nossa relação com o exterior.

 

 

A rubrica  Um de Nós representa um espaço de partilha de experiências, ideias, histórias, e projetos, com uma breve entrevista a estudantes, docentes e não-docentes. É nossa convicção que cada Escola guarda — nos seus bastidores, salas, corredores e gabinetes — muitos rostos e talentos.  Queremos ser a voz de cada um de nós porque as grandes histórias por vezes estão mais próximas do que imaginamos

Autor

antoniogorgal@esmae.ipp.pt

Partilhar